Voc o visitante nmero 1

Curso de Aperfeiçoamento em Educação,
Pobreza e Desigualdade Social

UFSC - Santa Catarina

Convite AULA INAUGURAL Florianópolis - acesse aqui

Convite AULA INAUGURAL demais polos - acesse aqui

Apresentação do Curso - acesse aqui

CURSISTAS - Cronograma atualizado do curso - acesse aqui

CURSISTAS - Informações sobre matrícula - acesse aqui

CURSISTAS - Homologação das inscrições - acesse aqui

O Curso

O Curso de Aperfeiçoamento Educação, Pobreza e Desigualdade Social (EPDS) tem a finalidade de provocar o debate e a reflexão, sobretudo, no que se refere aos processos de educação envolvendo sujeitos que vivenciam a pobreza ou a pobreza extrema. A provocação de tal debate está fundamentalmente associada aos desafios postos pela quase universalização da educação básica no Brasil nas últimas décadas. Esse esforço visa o cumprimento de um dever do Estado, portanto, um direito da população, garantido pela Constituição Federal de 1988 e pela Lei nº 13.005/2014, de 25/06/2014, que aprova o Plano Nacional de Educação (PNE).

Para que esse esforço apresente resultados, é necessário o conhecimento aprofundado do lugar social de origem de crianças, adolescentes e jovens, bem como da realidade das escolas públicas brasileiras. Considerando, desse modo, os desafios postos pela quase universalização da educação básica; pelos questionamentos referentes ao tensionamento das relações entre educação, pobreza e desigualdade social; pela necessária e urgente formação continuada de profissionais da educação; e visando fomentar o debate acadêmico sobre a temática, com vistas à transformação social de contextos empobrecidos, propõe o Curso de Aperfeiçoamento EPDS.

Objetivos do Curso

OBJETIVO GERAL

Formar, em nível de aperfeiçoamento, na temática da Educação, Pobreza e Desigualdade Social, profissionais da educação básica (gestores escolares, professores, coordenadores pedagógicos, assistentes sociais) e outros envolvidos com políticas sociais que estabelecem relações com a educação para a necessidade de romper com práticas escolares que reforçam a condição de pobreza e reproduzam as desigualdades sociais.

OBJETIVOS ESPECÍFICOS

● Possibilitar a apropriação de conhecimentos científicos a respeito da pobreza e das desigualdades sociais em suas relações com questões étnicas, raciais, de gênero e de espaço.
● Analisar o papel social da escola, seu currículo, suas práticas e as implicações em relação à manutenção ou à transformação da condição de pobreza de crianças, adolescentes e jovens que a frequentam.
● Sensibilizar os profissionais da educação básica e outros envolvidos com políticas sociais, que estabelecem relações com a educação, para a necessidade de romper com práticas escolares que reforçam a condição de pobreza e reproduzem as desigualdades sociais.
● Promover o reconhecimento das realidades locais no que se refere às condições de pobreza e pobreza extrema e sua relação com a educação.
● Fomentar iniciativas voltadas para a alteração das condições de pobreza e pobreza extrema, especialmente a criação e o fortalecimento de redes com tal objetivo.
● Propor e desenvolver um projeto de pesquisa sobre a temática Educação, Pobreza e Desigualdade Social.

Metodologia

O Curso é organizado na modalidade à distância, constituído em torno de 03 módulos temáticos com duração de 180h. O Módulo Introdutório (40h) é comum a todos os percursos formativos e trata do tema: Pobreza, Desigualdades e Educação. Os demais módulos estão organizados a partir dos temas: a) Pobreza e Cidadania (60h); e b) Escola: espaços e tempos de reprodução e resistências da pobreza (60h). A dinâmica proposta abrangerá: um processo introdutório, em que a equipe gestora local apresentará o processo formativo em sua totalidade; acesso aos módulos, no Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA); encontros presenciais a serem realizados 1) para contextualização do tema e do curso (Aula Inaugural) e 2) para a apresentação dos Trabalhos Finais de Curso (TFC) (preferencialmente, ao final do último Módulo) podendo ser realizado em polos de apoio presencial. O TFC terá duração de 20 horas e tratará da trajetória escolar de crianças e adolescentes em situação de pobreza, beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF), que articule reflexões teóricas à trajetória escolar dessas crianças e adolescentes, tendo como centralidade os principais fatores que têm dificultado o acesso, a permanência e a conclusão dos estudos dessas populações na idade adequada.

Estrutura

O Curso de Aperfeiçoamento em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, em Santa Catarina, terá carga horária de 180h, realizadas em 06 meses de estudos. A figura abaixo mostra como as horas e os módulos de estudos estão organizados.




Metodologia

O Curso é organizado na modalidade à distância, constituído em torno de 03 módulos temáticos com duração de 180h. O Módulo Introdutório (40h) é comum a todos os percursos formativos e trata do tema: Pobreza, Desigualdades e Educação. Os demais módulos estão organizados a partir dos temas: a) Pobreza e Cidadania (60h); e b) Escola: espaços e tempos de reprodução e resistências da pobreza (60h). A dinâmica proposta abrangerá: um processo introdutório, em que a equipe gestora local apresentará o processo formativo em sua totalidade; acesso aos módulos, no Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA); encontros presenciais a serem realizados 1) para contextualização do tema e do curso (Aula Inaugural) e 2) para a apresentação dos Trabalhos Finais de Curso (TFC) (preferencialmente, ao final do último Módulo) podendo ser realizado em polos de apoio presencial. O TFC terá duração de 20 horas e tratará da trajetória escolar de crianças e adolescentes em situação de pobreza, beneficiárias do Programa Bolsa Família (PBF), que articule reflexões teóricas à trajetória escolar dessas crianças e adolescentes, tendo como centralidade os principais fatores que têm dificultado o acesso, a permanência e a conclusão dos estudos dessas populações na idade adequada.

Estrutura

O Curso de Aperfeiçoamento em Educação, Pobreza e Desigualdade Social, em Santa Catarina, terá carga horária de 180h, realizadas em 06 meses de estudos. A figura abaixo mostra como as horas e os módulos de estudos estão organizados.




QUEM PODE FAZER?

É pré-requisito para o ingresso pertencer às categorias descritas como público-alvo, sendo que, nesta edição,
a admissão será priorizada pela ordem descrita abaixo.

01

Profissionais da educação básica (gestores escolares, professores, coordenadores pedagógicos) atuantes no Estado de Santa Catarina;

02

Assistentes sociais e outros envolvidos com políticas sociais que estabelecem relações com a educação de crianças e adolescentes que vivem em circunstâncias de pobreza ou extrema pobreza, atuantes no Estado de Santa Catarina.

Documentação

EDITAIS DO CURSO

Clique na imagem para acessar os Editais do curso

DÚVIDAS FREQUENTES

O curso abrangerá apenas o Estado de Santa Catarina.

O público alvo é constituído por:
a) Profissionais da educação básica (gestores escolares, professores, coordenadores pedagógicos) atuantes no Estado de Santa Catarina;
b) Assistentes sociais e outros envolvidos com políticas sociais que estabelecem relações com a educação de crianças e adolescentes que vivem em circunstâncias de pobreza ou extrema pobreza, atuantes no Estado de Santa Catarina.

A seleção será feita por polo, de acordo com as categorias de inscritos, respeitando as prioridades estabelecidas no item 3 do edital.

Não. O curso é totalmente gratuito.

O curso será oferecido nos seguintes polos: Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis e Lages.

O curso é oferecido para profissionais de todo o Estado de Santa Catarina. Os municípios polo são a referência para os encontros presenciais.

Teremos dois encontros presenciais obrigatórios: Aula Inaugural (UFSC) e Encontro de Encerramento (Polo) Poderão ser agendados encontros nos Polos, durante o curso, em comum acordo com os Cursistas e o Tutor-Polo.

Sim, inclusive a aula inaugural.

O curso tem carga de 180h.

O ínicio do curso está previsto para Fevereiro/2019, com uma aula inaugural que ocorrerá na sede da Universidade Federal de Santa Catarina, em Florianópolis.

Os materiais didáticos estarão disponíveis em formato de documentos digitais, hipertextuais, com diversos suportes midiáticos (vídeos, textos, animações etc.) e serão disponibilizados em um Ambiente Virtual de Ensino e Aprendizagem (AVEA). Também estará disponível uma versão desse mesmo material, no formato pdf, passível de impressão.

Sim! Uma vez que todo o material do curso será oferecido por meio digital e que muitas ações de aprendizagem devem ser realizadas em rede, exigindo tempo de estudos online.

Contato

Caso tenha alguma dúvida ou queira nos deixar alguma sugestão, entre em contato pelo formulário abaixo ou se preferir entre em contato pelo email ou telefone a seguir:

Email: epds.ufsc@gmail.com

Deixe sua mensagem:

html, body").animate({ scrollTop: 0 }, 600); return false; }); }); -->